Páginas

15 de set de 2012

Capitulo 4

Levantei-me como habitualmente ás 6:45,lavei os dentes,vesti-me,arranjei o cabelo,perfume e voilá,prontinha..
Desci as escadas,a minha mãe já estava a tomar o pequeno almoço, o meu pai ainda estava na casa-de-banho.
-Bom Dia!
Nessa manhã estava particularmente animada..Não me perguntem o motivo,ás vezes acordo assim.
-Só se for para ti.Estes filhos da mãe que estão no governo só sabem estragar a vida a uma pessoa.A uma não.A 10 milhões.
-Não sei porque é que temos a televisão ligada ás refeições...
-Agora és tu que mandas?Mandas naquilo que é teu.Enquanto viveres debaixo deste tecto quem manda somos nós.-Disse a minha mãe.
Que delicadeza logo de manhã.
Até assusta.
-Táss bem.
-Tásssss bemm? Fala mas é bem que já tens dentes.
Tudo isto acompanhado de um olhar mortifero,capaz de matar pessoas.
-Fogo,esqueci-me do livro de Biologia lá em cima no quarto,vou buscá-lo.
Quando desci já o meu pai estava na cozinha.
Olhou-me de alto a baixo e disse:
-Não tens noção de nada tu?
-Que é que foi agora?
-Tu tens um ar de desgraçada...Não te sabes arranjar,nem nada do que se pareça.Tanta rapariga bonita que se vê por aí,e tu..Desgraça nacional mesmo.
Estas palavras magoam sim,mas não fazem logo efeito.Depois penso nelas,quando tiver sozinha.Ou então deixo-as ficar onde estão.No passado.Que é onde devem ficar as coisas más.E embora nao queramos as coisas boas tambem estao la.
-Vou para a escola com o Kiko.Tchau.
Ninguem se deu ao trabalho de responder.
O Kiko já ca estava fora á minha espera,disse-lhe um olá e meti-me a andar rapidamente.
Ele agarrou-me pelo braço,quando já iamos um pouco longe das nossas casas.Ele mora á minha frente.
-Hey,que se passa?
-Nada.
-Já te conheço muito bem,para saber quando se passa alguma coisa.Antes mesmo de abrires a boca.
-Que bom para ti.Fico feliz por teres essas qualidades de adivinho.
-Foram os teus pais?Que é que eles disseram?
-Não quero falar sobre isso.Mas foi o mesmo do costume.Já sabes.
-Oh baby,são só mais 2 anos e sais de lá..
-Pois sim.Vou estar dependente deles para a faculdade.Se for.
-Pois.Mas não penses muito nisso.
-Enquanto tou na escola não tenho muito tempo para isso...
-É esse o espirito..Olha quem ali vem...
-Quem?
P.S: Aqui esta mais um,como prometido...