Páginas

14 de abr de 2013

Envelhecer





Não gosto que o relógio esteja sempre a contar.
Não gosto que se passem dias,semanas,meses,anos sem eu quase dar conta.
Não quero ver as pessoas de quem gosto irem embora sem eu saber para onde.
E saber que um dia chegará  a minha vez,assusta-me.
Tenho medo de chegar a um ponto da minha vida,olhar para trás e sentir que tudo passou tão rápido e eu não fiz nada do que queria fazer.
É como uma contagem decrescente para o inevitável.
Tenho medo de envelhecer.
E só de pensar nisto vêm-me as lágrimas aos olhos.
Parece uma coisa ridicula,mas é verdade.

4 comentários:

Almocreve disse...

Há quem diga que a idade está na nossa cabeça, mas não é verdade. Concordo que não nos podemos deixar abater, mas a idade é aquela que sentimos nas dores, nas doenças que a cada ano são mais e, sobretudo, nas implicações a nível social.
Toda a gente gosta muito dos "velhinhos", mas depois têm comportamentos perante a velhice, que deixa os tais "velhinhos" sentirem-se abaixo de cães.
Entristece-me o modo como alguns jovens discriminam os velhos, como se eles não tivessem tanto para dar. Tanta experiência, tanto saber acumulado que é posto à margem de uma sociedade onde aos 40 anos se é velho demais para quase tudo.
Por tudo isto e pela solidão a que os velhos são votados, a velhice assusta-me.

♥C disse...

Não tem nada de ridículo. Eu passo pelo mesmo! Hoje faço anos e ontem tive mais uma crise existencial (com direito a choro e tudo) por pensar que mais um ano passou... parece que ainda ontem era uma criança, ao colo dos meus pais e agora a vida faz de mim uma adulta. E às vezes é assustador.

Lani disse...

Também penso nisso :S *

Ju. disse...

Acho que é normal, mas por isso é que tens de viver bem a vida!
Beijinho*