Páginas

30 de mai de 2014

Agora eu que decida, não é?


X: "Não me queiras conhecer bem (só lhe pedi para ele me explicar algo que estávamos a falar),  houve uma única pessoa que me conheceu bem (ex-namorada) e olha o que aconteceu...( ela traíu-o mas ele fechava os olhos a isso, ele gostava mesmo dela, até o meu stor de Filosofia dizia que o amor dele era doentio e eu sinceramente não sei se ele ainda gosta dela ), vamos aproveitar e continuar assim, não vamos estragar as coisas, até porque eu curto bué de ti garota."
Isto foi há coisa de 1 semana e pouco. Desde aí, não tenho falado com ele ( até porque eu estar sempre a inventar assuntos não dá) e quando estou com ele na escola é sempre em grupo, ele ás vezes mete-se comigo, outras vezes passa e nem fala. Garotos.

27 de mai de 2014

Misofonia

Este vai ser um post estranho para maior parte das pessoas. 
Antes de mais Misofonia é uma coisa como hipersensibilidade a sons específicos do quotidiano que podem provocar reações extremas irritabilidade, raiva e até pânico, reações que não se controlam. Pronto, aquela sensação de desconforto quando o giz se arrasta no quadro toda a gente tem. 
No meu caso é ouvir as pessoas a comer de boca aberta/sorver, eu sei que ninguém gosta de ouvir propriamente, mas enquanto a uns simplesmente incomoda, a outras criaturas (tipo eu) dá uma vontade vinda de não sei onde de cravar as unhas na pele e arranhar, começar a tremer ligeiramente, deitar as mãos ao cabelo e começo a ter de respirar profundamente (não é tudo ao mesmo tempo) e por exemplo ter de sobrepor um outro som, por exemplo, ligar a tv/rádio e distrair-me. 
Isto acontece-me onde? Só em casa e em casa dos meus avós, porque pronto eles fazem questão de se "sentirem á vontade" fazendo isso. 
De momento não me acontece com mais nenhum som e ainda bem, é horrível.
Algum de vocês tem algo idêntico a isto?

23 de mai de 2014

Isto é pura lógica, sem dúvida



Expliquem-me lá como é que uma pessoa que tem notas medíocres a Fisica Quimica A no secundário ( e diga-se negativas no final dos períodos/ anos letivos/ exame) quer tirar um curso de Física ou de Quimica na universidade? 

21 de mai de 2014

Quem fala do que desconhece...



A:Tantas conversas que tivemos em que disseste que para ti a racionalidade deveria estar á frente dos sentimentos na maior parte dos casos e agora isto, nem comento.
Eu: Primeiro: eu não gosto dele, segundo: somos só amigos, terceiro: eu não tenho culpa se puder vir a gostar dele, sei como ele é e quero evitar gostar dele para não me lixar eu, quarto: eu sei bem o tipo de rapaz que ele é, não preciso que uma pessoa que nem sequer o conhece de lado nenhum fale assim dele, é meu amigo, não teu, e se falas mal dos meus amigos estás a comprar guerras comigo.
A: Tu não entendes que eu só quero proteger-te, desculpa lá se quero que não te magoes. Mas vá, joga lá o jogo dele, bom proveito, vê lá se sabes as regras.
Eu: Ninguém disse que eu o queria jogar.
A: Nas ações se vêm as pessoas. És uma ingenua, és igual a todas as outras, só gostas de bad boys. Não vou falar mais disto, eu não tenho nada a ver contigo, faz o que te apetecer.
Eu: Nem eu.

E a discussão foi sobre o que? Foi por causa de um amigo meu se ter "aproximado" um pouco mais de mim estes últimos tempos, e eu andar a ficar um bocadinho confusa sobre o que fazer quanto a ele, mais nada.
No meio de tantas porcarias, só me faltava mais isto.



20 de mai de 2014

Sem paciencia



Ás vezes simplesmente não tenho paciência para falar com maior parte das pessoas. Não tenho paciência para servir de psicóloga, de me preocupar com os problemas dos outros. Não tenho paciência para levar com pessoas sem humildade, que só se preocupam com eles mesmos e quando quero dizer alguma coisa minha fazem uma cara de "epa, cala-te já com isso" e dizem " tu fazes dramas por tudo" e nem levam nada a sério. Porra, horas a ouvir toda a gente, um minuto sem me ouvirem a mim? Fuck off.
Já nem quero saber, já desisti de conversar sobre mim há muito tempo, há um número restrito de pessoas pelas quais eu me interesso,o resto é circunstancial.

18 de mai de 2014

Será que este nervosismo se justifica...


Sei que sinto falta de uma pessoa  quando vou ao perfil dela dia sim dia não para ter a certeza que não lhe aconteceu nada de mal. Sim, porque deixar de falar de um momento para o outro, não ver mensagens no facebook, não responder ás sms ( o telemóvel dele tem alguns problemas, ás vezes nem recebe), é caso para eu ficar toda nervosa.

16 de mai de 2014

Falsa modéstia


Tenho uma colega que antes dos testes está sempre a dizer "ai eu não estudei nada, estive o dia todo no pc ontem,estou lixada", quando recebe o teste tem boa nota. Todos os testes é isso, enervam-me estas falsas modéstias, não há cá a história de ela não estudar, não pega. Uma pessoa que ás vezes falta a 3 tempos de uma disciplina para estudar para outra não há cá as histórias que não estuda.

14 de mai de 2014

Continua assim,vais longe tu


Será que parece mal eu chamar uma gaja de porca quando ela para ter um cigarro de graça faz um escandâlo porque não quer comprar um maço e quando ninguem lhe oferece um cigarro,puxa a camisola toda ate se ver o soutien, mete o cabelo para trás para se ver melhor o par e vai fazer voz melosa para um gajo , mesmo tendo namorado? E consegue o cigarro.
Pronto,só Deus as pode julgar, fuck society, right?

9 de mai de 2014

Só mais uma coisa que me enerva




Uma pessoa faz um trabalho de grupo praticamente todo nas férias com 15 dias de antecedência para entregar,porque sabe que se vai esperar por pessoas que nem querem saber da disciplina se lixa.Essa pessoa pede aos restantes 3 elementos que adicionem coisas e que formatem o trabalho em Word (diga-se,os titulos) e que introduzam uma introdução e uma conclusão.O que é que eles fazem?A ponta de um corno,NADA.O trabalho é para entregar segunda e ainda estou eu a acrescentar informação.

4 de mai de 2014

Exterior e interior


Não me venham com a conversa do "o interior é o que conta,o exterior não",toda a gente que pense um bocadinho sabe perfeitamente que isso não é verdade. As pessoas não olham para ti e pensam " Hmm,aquela ali tem cara de ser boa pessoa,vou já falar com ela no Facebook",não,as pessoas pensam " Aquela ali é mesmo boa,vou falar com ela no Facebook". E também não me venham dizer que uma pessoa bonita não tem o caminho meio andado,porque tem.Isto claro,a uma primeira vista.  Agora se me disserem " O exterior atrai,o interior conquista" estou de acordo. Isto se a pessoa em questão achar que tens um bom exterior,se não for o caso,o interior vai ter de conquistar duplamente.E talvez isso seja melhor que um exterior que conquiste quase tudo.