Páginas

27 de set de 2014

Um novo desafio para ter jantares (ou não)


Parece que agora os desafios para se pagarem jantares/ ou seja o que for é meterem fotos de quando eram crianças. 
Ok, adiante.

23 de set de 2014

Será que sou só eu que não entendo?


Por mais que tente,  não compreendo aquele tipo de pessoas que fala com uma pessoa durante alguns dias/ 1 semana e já tem sentimentos  por essa pessoa, já faz tudo por ela, já quer mover mundos. 
Não consigo compreender, isso na minha cabeça não encaixa, como é que se pode conhecer uma pessoa em uma semana?
Ou então talvez seja eu que tenha um bocado de pedra no lugar do "coração" e não seja apta para compreender este tipo de acontecimentos.

18 de set de 2014

Coisas que não me interessam



Ainda devo estar para entender porque é que certas pessoas que eu conheço têm a necessidade de me atualizar dos seus estudos TODOS os dias,  "Já estudei aquilo", "Já vi toda a parte de x disciplina." "Já fiz os exercícios todos." sem eu lhes perguntar nada.
 Mas porquê razão estapafúrdia é que eu quero saber disto?! Vão estudar por mim? Não vão? Logo vi.
Vocês conhecem alguém assim?

14 de set de 2014

Questões sobre a praxe


Anteontem vi no youtube o debate
Prós e Contras - Sim ou Não às praxes?, também vi o documentário "Praxis" que foi falado no debate (onde, aproveito para dizer que foi muito ressaltado o lado negativo das praxes, mas isto é como em tudo na vida, há coisas boas e coisas más, praxes divertidas e outras abusadoras, depende das pessoas que praxam suponho), o que mais se falou no debate é na coação que muitas vezes se fazem aos caloiros para entrarem nas praxes, algumas praxes pouco dignificantes da pessoa (como por exemplo coisas com cariz sexual que eu não achei a mínima piada, como por exemplo ao minuto 22:50 do primeiro link), o que eu aconselho é que vejam o debate, tem quase 2 horas mas para mim valeu a pena.

As perguntas que eu vos faço é: se algum caloiro vos disser a vós, praxistas, que não quer ser praxado, o que é que acontece? Não precisam de relatar em concreto na primeira pessoa, mas podem (e até agradeço) que partilhem coisas que viram fazer. Pessoas que entraram este ano para a universidade (e não só), vocês querem ser praxados?A mim ainda me falta 1 ano, mas eu gosto de estar informada.
Podem comentar em anónimo se assim o preferirem.

8 de set de 2014

3 coisas a falar neste post



 Voltei da praia, acho que é a única vez em que se nota que fiquei morena e até me assusto de cada vez que olho para a minha cara meia acastanhada, ela que costumava ser da cor da farinha.
 Estou no mínimo apavorada com a subida das médias este ano, se sobem assim para o ano posso dizer adeus ao curso.
 Parabéns à juventude que conseguiu entrar este ano na universidade! Se não foi na primeira opção não desanimem, ainda têm a segunda fase e quem sabe se não irão gostar do curso em que entraram, afinal, pressupõe-se que para o terem metido nas hipóteses gostavam minimamente dele, certo?