Páginas

28 de dez de 2014

Ano novo, vida nova?


Por acaso até acho piada às resoluções de ano novo, acho incrível que se possa mudar a maneira de pensar do dia 31 para o dia 1, só mesmo porque muda o ano.
Também acho bastante bom quando daqui a um ano estamos todos a dizer que não fizemos nada do que era suposto e lá vamos nós outra vez fazer novas resoluções.
Atenção, não estou a dizer que não haja gente que efetivamente tenta mudar após a euforia toda de fazer os novos objetivos, mas vamos lá ser sinceros, são mais os que dizem que fazem mas depois não fazem nada do que os que fazem realmente.
É bom ter objetivos, mas tê-los no dia 1 e no dia 31 do mesmo mês já nem se lembrarem, é inútil.

23 de dez de 2014

E beijar os filhos na boca?



Alguém que me explique esta prática de os pais beijarem os filhos na boca. Eu devo ser muito retardada e antiquada, mas não vejo qual é sinceramente o sentido disto. 

14 de dez de 2014

Sobre a base

Eu não sou uma rapariga que se maquilha, não tenho paciência e ponto. 
Mas vamos lá a ver, qual é a piada de algumas pessoas andarem com pele cor de laranja na cara e no pescoço estarem brancas que nem neve? Que tal escolherem um tom mais aproximado da cor natural da pele, espalharem aquilo bem e deixar de parecer tão artificial? Porque acreditem, parecer uma laranja acastanhada não é de todo natural. 

2 de dez de 2014

As miúdas de hoje em dia





Muitas das miúdas de hoje em dia querem crescer tudo em dois dias, ou menos. Ela é lábios pintados de vermelho, eyeliner, sombra, base, mini-saia ou calções com um frio de rachar, camisolas a mostrar a barriga, decotes... 
Pergunto-me onde diabo se meteram os pais destas criaturas.