Páginas

22 de mar de 2016

Primeiro, Paris. Agora, Bruxelas. Estes atentados cada vez me assustam mais, ainda para mais sabendo que Portugal está na lista. As pessoas num momento estão calmas e felizes, a seguirem as suas vidas, a fazer planos, no outro já estão a ser bombardeadas à custa de guerras que não são suas. Pode acontecer aqui, num metro, num aeroporto, num shopping, numa área com grande afluência de gente, não estamos isentos, e isso cada vez assusta mais. Onde é que estamos seguros, afinal? Que medidas é que podem ser tomadas? Podemos ir passear para o Rossio, para o Terreiro do Paço, para o centro Vasco da Gama, descansados? Podemos ir viajar, a partir de um aeroporto, de um comboio, de um autocarro? O EI quer instaurar medo, e está a conseguir. Violência não é solução para nada, muito menos matar pessoas inocentes.

3 comentários:

Indigo disse...

Estes acontecimentos são muito tristes. Infelizmente não estamos seguros em lado nenhum.

Ana Bessa disse...

Estes acontecimentos metem-me imensa confusão... Não consigo mesmo entender!

Green disse...

Concordo plenamente contigo, já não estamos seguros em lado nenhum e amanhã pode acontecer-nos exatamente o mesmo.